[Resenha] A garota do calendário, junho - Audrey Carlan

08:00

Nome: A garota do calendário - Junho
Autor (a): Audrey Carlan
Nº de páginas: 160

Série: A garota do calendário #6

O sexto volume do fenômeno editorial nos Estados Unidos, com mais de 3 milhões de cópias vendidas Mia Saunders precisa de dinheiro. Muito dinheiro. Ela tem um ano para pagar o agiota que está ameaçando a vida de seu pai por causa de uma dívida de jogo. Um milhão de dólares, para ser mais exato. A missão de Mia é simples: trabalhar como acompanhante de luxo na empresa de sua tia e pagar mensalmente a dívida. Um mês em uma nova cidade com um homem rico, com quem ela não precisa transar se não quiser? Dinheiro fácil. Parte do plano é manter o seu coração selado e os olhos na recompensa. Ao menos era assim que deveria ser... Mia vai passar o mês de junho em Washington com Warren, um coroa rico que precisa de uma mulher a seu lado para tratar com políticos e investidores. O acordo entre eles não envolve sexo — já com Aaron, o filho de seu cliente, Mia não pode garantir.






No sexto volume Mia vai para Washington. Dessa vez ela será a namorada troféu de Warren Shipley, um senhor muito rico que está precisando de financiamento para um projeto filantrópico que levará assistência médica para países de terceiro mundo. Ele contratou Mia para lhe ajudar a se aproximar dos homens poderosos que possuem o que ele precisa para por seu projeto em prática, mas esses homens estão sempre com uma garota anos mais nova desfilando pelos eventos. O senhor já deixa bem claro, desde o início, que seu interesse pela garota é apenas para ajudá-lo com o projeto, não há nenhuma segunda intenção envolvida (o que deixa Mia aliviada).

Mia prontamente apoia o projeto do Sr. Shipley e quando a oportunidade surge ela já começa a mexer uns pauzinhos para ajudá-lo. Warren é um senhor gentil e carinhosos e trata Mia super bem, mas o mesmo não pode ser dito de seu filho Aaron.

O Shipley mais novo é um homem sedutor e o mais jovem senador dos EUA. O homem sabe que é sexy e sabe como usar isso a seu favor, mas mesmo se sentindo um pouco tentada, Mia não consegue tirar um certo homem de sua cabeça. O que a faz manter uma certa distância de Aaron.

E, é claro, Mia não seria Mia se não ajudasse um casal a ficar junto, não é mesmo? O casal da vez é Warren Shipley e Kathleen, sua governanta. Quando Mia descobre o relacionamento secreto dos dois dá a maior força e faz de tudo para vê-los juntos.

Porém, o sexto volume não é como os outros. Algo um tanto desagradável acontece com a Mia e isso vai mexer muito com a nossa protagonista. E achei uma boa a autora trazer esse assunto para a série, pois vai levantar algumas conversas por aí e pode mudar muita coisa nos próximos livros.

Bom, vocês já sabem que estou gostando dessa série, só estou enrolando para terminar de ler porque não sei se quero me despedir dos personagens, então vou arrastando. Termino de ler um livro e demoro para pegar o outro para ler, pois como são poucos capítulos e a história é narrada de forma rápida, eu acabo lendo em uma noite, o que me deixa ansiosa para saber o que vem a seguir.

Se você já leu até aqui já está acostumado com o estilo de escrita da autora, a narrativa é mais superficial, sem se apegar muito a detalhes, o que torna a leitura bem rápida, mas não deixa de ser empolgante, pois Mia é uma personagem que cativa o leitor e em vários momentos arranca boas risadas, seja com as conversas com sua melhor amigas ou apenas seus pensamentos sem censura.

Indico aos leitores que acompanharam a jornada de Mia até aqui. Estamos caminhando para a reta final... O que será que dezembro vai nos trazer? Ansiosos?

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe