[Resenha] Estrela da noite - Alyson Noël // série Os imortais #5

06:00

Nome: Estrela da noite
Título original: Night star
Autor (a): Alyson Noël
Ano: 2011
Nº de páginas: 234
Avaliação: 
Série: Os imortais #5



Certa de que Ever é responsável pela morte de Roman, Haven está determinada a destruí-la. Seu primeiro passo é separá-la de Damen, e, para isso, conta com a arma ideal: um segredo terrível sobre suas vidas passadas, que lançará uma nova luz sobre o relacionamento de Ever e Jude. Obrigada a enfrentar seus maiores medos com relação ao companheiro que escolheu para a eternidade, Ever é lançada em um combate mortal contra Haven, que poderá significar a destruição de todos. É chegado o momento de se questionar: para sobreviver, ela seria mesmo capaz de condenar Haven à escuridão de Shadowland? E será que todo o seu futuro com Damen poderia mesmo depender de uma revelação do passado?














Frustrante

No quinto livro, Ever está enfrentando as consequencias de tudo o que fez em Chama Negra. Haven a culpa pela morte de Roman, Sabine, sua tia, não quer aceitar o "dom" que Ever tem e parece que Damen está escondendo alguma coisa sobre suas vidas passadas. E, para minha alegria, vemos mais sobre meu lindo Jude. 

Eu gostei dessa série, achei super legal a ideia da Alyson Noël sobre as auras e tal, mas tenho um senso crítico muito aguçado para deixar passar algo tão óbvio. Mesmo a ideia da história sendo boa, e a narrativa também sendo boa, o fato de toda a história girar em torno de uma única coisa, que é a eterna desconfiança de Ever no coitado do Damen, e sua completa falta de amor próprio, não posso ser hipócrita e mentir para os meus leitores. Essa falta de conteúdo deixa a história muito fútil :/

Nesse livro, Ever continua sendo uma adolescente impulsiva que só faz besteira, o que é muito frustrante para mim, como leitora.
Outras coisa frustrante são as brigas de Ever e Haven, Meu Deus, como é horrível! Sinceramente, se o público alvo da série são adolescentes, acho que os diálogos deveriam ser de um nível aceitável. Até mesmo minha irmã caçula de 12 anos, tem discussões mais emocionantes que aquelas.
Sei que posso parecer hostil ao analizar a história por esse ângulo, mais tenho certeza que alguém deve concordar comigo.

Não estou dizendo que o livro é ruim, por que não é. Só estou mostrando uma pequena revolta que tenho por esse tipo de história. Gosto de livros com emoção e ação de verdade, que te fazem entrar em contato tanto com o cenário, quanto com os acontecimentos. Aí chegamos ao ponto que eu tenho que falar sobre Fallen, é impossível não falar! O enredo é mil vezes melhor. 

You Might Also Like

1 comentários

  1. Qdo vi esse livro na livraria e li a sinopse não gostei mto não¬¬ Mas como as aparencias enganam, vou pegar ele emprastado cm minha amg pra ler e saber se é bom ou ruim

    ResponderExcluir

Subscribe