[Resenha] O lado bom da vida - Matthew Quick

06:30

Por Ingrid Calado

Nome: O lado bom da vida
Título original: The silver linings playbook
Autor (a): Matthew Quick
Ano: 2012
Editora: Intrínseca
Número de páginas: 254
Avaliação: 




Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes da internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. Uma história comovente e encantadora, de um homem que não desiste da felicidade, do amor e de ter esperança.










Ele é maluco. Mas me diga quem não é?


   Sabe aquele tipo de livro te surpreende a cada página? Que te deixa tão envolvido com a história a ponto de te fazer sentir exatamente o que o personagem está sentindo? Foi assim comigo enquanto eu lia O lado bom da vida. Já tinha um tempo que eu queria ler esse livro, e embora tenha lido vários elogios sobre o filme, ainda não assisti (Com muito esforço consegui isso! Pois queria ler o livro antes).

    Pat Peoples acaba de sair de uma clínica psiquiátrica. Ele não consegue se lembrar do motivo que o levou a internação, nem quanto tempo passou lá, na verdade sua única lembrança é que sua esposa, Nikki, pediu que eles dessem "um tempo" em seu casamento.

    Mas com as poucas lembranças que tem, Pat chega a conclusão de que o motivo desse "tempo separados" é que ele não era um bom marido, e tinha relaxado com relação ao seu físico. Dessa maneira, ele começa a fazer exercícios rigorosos e pratica: "Ser gentil ao invés de ter razão", na esperança de reconquistar sua ex-mulher.

     Mas, em meio a esse processo de tentar mudar sua vida e assim acabar o "tempo separados", ele conhece Tiffany, que anda um tanto... perturbada desde a morte do marido. Porém, o que acontece para aproximá-los, e/ou o final desse romance maluco, vai ficar mais divertido e emocionante se você estiver curioso quando for ler.

     Impossível não ficar admirada com o jeito de Pat. E o autor coloca os personagens em situações tão inusitadas que realmente consegue expressar o que o personagem está sentindo de uma forma tão real, que eu nem consigo explicar.

     Tirei algumas lições desse livro, que provavelmente farão parte da minha vida a partir de agora:

-Nunca desista daquilo que você quer. Pelo menos tente.

-Sempre procure o lado bom das coisas

-Acredite em finais felizes! Um dia você vai encontrar o seu.

-Seja sempre otimista, pensamentos positivos atraem coisas positivas 

You Might Also Like

3 comentários

  1. Oie :)

    Nossa é tão bom quando um livro nos marca e acrescenta algo em nossa vida não é mesmo ? estou doido para ler O Lado Bom da Vida, beijos !!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/ ( comenta lá :D )

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na minha opinião esses livros é que são realmente bons. Principalmente quando vc tira uma lição de vida de um livro que te surpreendeu em todos os sentidos.

      Excluir
  2. Fiquei com vontade de ler o livro agora. Só vi o filme, e é muito bom, mas sempre dizem que o livro é melhor que o filme.

    ResponderExcluir

Subscribe