[Resenha] A menina que colecionava borboletas - Bruna Vieira

07:39

Nome: A menina que colecionava borboletas
Autor (a): Bruna Vieira
Nº de páginas: 152


Bruna Vieira está cada vez mais longe dos quinze, e sabe que crescer nunca é tão simples. Considerada uma das blogueiras mais influentes do mundo, mais uma vez ela dá vazão ao seu talento como escritora com este seu novo livro de crônicas e pensamentos, em que mostra o quanto amadurecer e conquistar a independência é maravilhoso, mas tem seus desafios e poréns. A garota do interior que usa batom vermelho e que realizou seus maiores sonhos continua inspirando adolescentes de todo o país. Para ela, as páginas deste livro significam o bater de asas das borboletas que colecionou dentro do peito por algum tempo e que agora, finalmente, pode deixar que voem livres por aí.












   A menina que colecionava borboletas segue o padrão de Depois dos quinze, é um livro de crônicas que mostra, em resumo, como tem sido a vida da Bruna nos últimos anos. É possível perceber o quanto a autora amadureceu desde os seus quinze anos, mas sem se perder dos sentimentos que ela tanto presava na época.

   Neste livro Bruna Vieira fala dos sentimentos fazendo analogias com as borboletas. De acordo com a autora, os sentimentos precisam de tempo para "sair do casulo", ou seja, precisam ser guardados para apenas depois de se ter certeza do que se está sentindo, expor aos poucos para que as pessoas saibam.

   É possível também perceber que as dúvidas e incertezas presentes no primeiro livro publicado são diferentes das que ela está lidando ultimamente. Antes era a mudança de cidade, a saudade dos pais e a vida amorosa complicada. Agora é a passagem da adolescência para a vida adulta, o trabalho está mais puxado e, claro, a vida amorosa.

   É possível notar um certo "padrão" nos dois livros. Mas as histórias narradas são completamente diferentes. O que antes era o relato de uma adolescente que conseguiu realizar o seu sonho, agora é a luta de uma garota que não tem pressa em se tornar mulher.

   Eu  sou fã da Bruna como disse na outra resenha, então sou suspeita para fazer críticas sobre seus livros. Mas eu me identifiquei mais com esse livro que com o outro. Creio que por causa da idade. Os acontecimentos narrados nesse exemplar se assemelham ao que muitas adolescentes de dezoito, dezenove anos estão passando.

   Os conselhos também deixam o livro bem interessante. Bruna Vieira não apenas conta aos seus leitores o que ela está passando como também tenta mostrar que tudo pode ser superado. Pode até se dizer que tem um toque de autoajuda na narração, mas não chega a ser deprimente.

Avaliação: 

You Might Also Like

4 comentários

  1. Oi :)

    Os livros da Bruna Vieira não me chamam a atenção, mas se eu ganhasse leria sem problemas. Beijos!

    http://euvivolendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os livros dela também não me chamavam muito a atenção antes, tanto que demorei para ler Depois dos quinze. A leitura também depende muito do gênero que o leitor gosta. Muitas amigas minhas não gostaram dos livros, já eu amei.

      Excluir
  2. Li esse livro e amei, assim como o Depois dos Quinze e o De volta aos quinze. Acho que ela escreve muito bem!
    http://desiludir-me.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Amo a Bruna Vieira, super me identifico com ela, esse foi o primeiro livro que eu li dela e consegui autografar. Ela é muito simpática e uma fofa. Já li Depois dos Quinze e gostei bastante também, esse mês o De volta aos Quinze está na minha meta de leitura.
    A resenha ficou clara e objetiva. Te convido a ler a minha resenha também, já que é grande fã da Bruna como eu. rsrs

    Bjinhu

    Luh - www.bisbiblogando.com.br

    ResponderExcluir

Subscribe