[Resenha] Fazendo meu filme 1, A estreia de Fani - Paula Pimenta

13:49

Nome: Fazendo meu filme, A estreia de Fani
Autor (a): Paula Pimenta
Nº de páginas: 336

Série: Fazendo meu filme #1

Tudo muda na vida de Fani quando surge a oportunidade de fazer um intercâmbio e morar um ano em outro país. As reveladoras conversas por telefone ou MSN e os constantes bilhetinhos durante a aula passam a ter outro assunto: a viagem que se aproxima. 
“Fazendo meu filme” nos apresenta o fascinante universo de uma menina cheia de expectativas, que vive a dúvida entre continuar sua rotina, com seus amigos, familiares, estudos e seu inesperado novo amor, ou se aventurar em um outro país e mergulhar num mundo cheio de novas possibilidades. 














Já tinha alguns anos que eu queria ler os livros da Paula Pimenta, mas até então não tinha tido essa chance. E sinceramente, agora eu percebo o quanto eu perdi. A história de Fani é envolvente e em alguns pontos (para não dizer todos) bem realista.

Fazendo meu filme  conta uma história bem simples. O livro é a narrativa diária de uma adolescente brasileira. Tenho que admitir que em muitas ocasiões me vi no lugar da personagem, e em muitas outras li sobre acontecimentos que são muito semelhantes aos que vivo diariamente, ou já vivi. A narrativa pode ser descrita de muitas maneiras mais as palavras mais corretas seriam: pura e singela.  A autora conseguiu descrever como é a vida das adolescentes de uma maneira bem realista, com todas as festas, indecisões e principalmente as paixões (tanto verdadeiras, quanto as platônicas).

A história é narrada em primeira pessoa pela Fani. Ela é uma adolescente de 16 anos, e como muitas dessa idade se vê vários dilemas que tem que lidar diariamente, tais como estudos, notas, amigos, e até uma paixonite pelo professor de Biologia. Ao longo da narrativa o leitor pode acompanhar de perto todas as decisões e dúvidas da personagem, desde algumas brigas com a mãe até a constatação de que o grande amor de sua vida sempre esteve ao seu lado. Ela apenas não tinha notado isso.

A Fani é uma garota tímida, mas por baixo dessa timidez se esconde uma pessoa organizada, amiga, companheira e responsável. As suas melhores amigas são a Gabi e Natália. Essas duas se enquadram no perfil de personagem que cativa mais o leitor (e diga-se de passagem a Natália me conquistou mais que a Fani. Minha personalidade é mais semelhante a dela), elas três tem uma amizade linda, daquelas que você logo percebi que vai ser para a vida toda. E o Leo, que é o “melhor amigo” da Fani... Como descrever o garoto perfeito? Não me entendam mal quando digo “perfeito”, o que torna o Leo perfeito é justamente o fato de ele não tentar ser perfeito. Ele é carinhoso, atencioso e engraçado (minha ideia de garoto perfeito haha), eu estou apaixonada pelo Leo.

Só posso descrever o Leo e a Fani como fofos. Foi assim que eu me senti ao acompanhar a histórias desses dois. Bem coisa de filme sabe?! A narrativa flui sem pressa e é rica em detalhes, o que só torna o livro mais perfeito.  A Fani é louca por filmes, sonha em ser cineasta. Em vários momentos é possível notar o desejo que ela sente, o quanto ela queria que sua vida fosse um filme.
O que transforma o livro da Paula Pimenta diferente de tantos outros que retratam o cotidiano adolescente é a forma como a história é contada. Mesmo em um clima de filme, é possível notar que ali, naquelas páginas, está a história de uma adolescente, que assim como eu e meus apenas 17 anos, tem suas dúvidas, seus medos, uma certa timidez, e principalmente sonhos.

Acho que não preciso dizer que eu indico esse livro a vocês. Eu AMEI a história. Tenho que admitir que já li os três primeiros, não aguentei a curiosidade, então as próximas resenhas serão publicadas em breve. Espero que vocês gostem desse livro.


E só mais uma perguntinha: Você gostaria que sua vida fosse um filme? Eu sim.

Avaliação: 

You Might Also Like

2 comentários

  1. Nossa a resenha ficou ótima, adorei, soube expressar bem os aspectos do livro.
    O mais legal é saber que a autora é brasileira, né?
    Estou louca para conhece-la na Bienal, com certeza acho que ela estará lá, né?
    Eu li também e adorei, ainda não postei resenha no meu blog.

    Pelo jeito temos compatibilidade literária.
    Bjinhu
    Luh - www.bisbiblogando.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Luana, eu queria muito conhecê-la também, mas eu moro em Recife.... é difícil autores virem para as bienais daqui :(

      Excluir

Subscribe