[Resenha] Muito mais que cinco minutos - Kéfera Buchmann

00:30

Nome: Muito mais que cinco minutos
Autor (a): Kéfera Buchmann
Nº de páginas: 144

Você conhece a Kéfera? Pois deveria! Com 22 anos, Kéfera Buchmann reúne quase doze milhões de seguidores nas suas mídias sociais (YouTube, Facebook, Twitter e Instagram). Só o seu canal no YouTube, “5inco minutos” (procura aí na internet), tem cinco milhões de assinantes e é o quarto mais visto do Brasil. Tá achando pouco? Ela ainda recebe diariamente centenas de mensagens de fãs do Brasil todo e é parada na rua a todo momento. Se o YouTube é de fato a nova televisão, como acha muita gente, hoje Kéfera é o equivalente aos antigos astros globais. Tão conhecida e amada quanto eles. Neste livro, que tem literalmente a sua cara, Kéfera parte de sua vida para falar de relacionamentos, bullying, moda e gafes e conta uma série de histórias divertidas com as quais é impossível não se identificar.







Acompanho o canal da Kéfera há quase quatro anos, acho que estou muito velha para dizer que sou fã de alguém, mas admiro bastante o trabalho dela e me inspiro em muita coisa que ela já disse/fez. Quando vi esse livro bateu um certo orgulho, sabe? Acompanhei o crescimento profissional e fiquei muuuuuito feliz quando soube do lançamento.

Se você não gosta da Kéfera, não preciso nem dizer que não leia esse livro, não é?! O livro foi criado exclusivamente para quem curte o trabalho dela. Cheio de histórias divertidas narradas de um jeitinho bem típico da youtuber.

Com muitos palavrões e um toque pessoal, Kéfera conta histórias de sua infância e o começo da adolescência. Conta do bullying que sofreu, de relacionamentos e fins de relacionamentos (bem desastrosos e que identifiquei de uma forma que alguns de vocês nunca vão entender...).

O livro é curto, com pouco mais de cem páginas, e muitas fotos. Para os fãs, uma forma de conhecer mais a Kéfera e uma parte da vida dela que já foi comentada por alto nos vídeos, mas que no livro estão cheias de detalhes. Para os haters, um prato cheio para encontrar mais motivos para não gostar da Kéh. (Apesar, que não encontro sequer um motivo para alguém que não gosta dela ler o livro...)

A narrativa flui de maneira rápida, as histórias são contadas de uma forma que mais parece uma conversa. Me senti lendo um vídeo dela (faz sentido?!). Adorei as fotos da Vilma, e as fotos de Kéfera quando era pequena. Para os fãs: vocês vão adorar esse livro. É uma forma de ter uma conversa com a Kéfera. Para quem não gosta dela: Nem abra o livro. Ou melhor, abra, tem um textinho especial para todos aqueles não gostam e/ou reclamam do trabalho dela.

You Might Also Like

2 comentários

  1. Eu amo a Kefera, ela consegue ser feminina e ogra ao mesmo tempo (na minha opinião) e acho ela uma pessoa incrível, o modo como ela incentiva as pessoas com as experiencias próprias é super legal.
    To doida pra comprar esse livro e ler

    ResponderExcluir

Subscribe