[Resenha] Para onde ela foi, Se eu ficar #2 - Gayle Forman

00:00

Nome: Para onde ela foi
Autor (a): Gayle Forman
Nº de páginas: 240
Série: Se eu ficar #2

Meu primeiro impulso não é agarrá-la nem beijá-la. Eu só quero tocar sua bochecha, ainda corada pela apresentação desta noite. Eu quero atravessar o espaço que nos separa, medido em passos não em milhas, não em continentes, não em anos , e acariciar seu rosto com um dedo calejado. Mas eu não posso tocá-la. Esse é um privilégio que me foi tirado.
Com a mesma força dramática de Se Eu Ficar, agora pela voz de Adam, Para Onde Ela Foi expõe o desalento da perda, a promessa da esperança e a chama do amor que renasce.










A continuação de Se eu ficar é narrada pelo ponto de vista de Adam, com capítulos intercalados de antes (o período do acidente e o que aconteceu quando Mia acordou) e depois (três anos após tudo que aconteceu no primeiro livro).

Três anos após o acidente de Mia, a banda de Adam, está colhendo os frutos de seu albúm mais recente que não sai do topo das paradas. Com milhares de fãs perseguindo-o e uma turnê mundial prestes a começar era de se esperar que todos estivessem felizes e empolgados.

Mas, não é isso que está acontecendo. Adam mal fala com os outros integrantes da banda e a fama o impede de sair nas ruas sem ser cercado por um bando de fãs. O garoto fofo que conhecemos não existe mais. Adam agora vive ansioso e um tanto paranoico. 

Mia, é uma estrela em ascensão, sua carreira de musicista clássica está decolando e por ser jovem, todos os olhos estão voltados para ela. Mas, o casal não está mais junto há alguns anos e Adam deletou Mia de sua vida. Ou pelo menos, tentou.

Porém, em uma noite, quando está vagando nas ruas de Nova York, Adam se depara com um cartaz e descobre que Mia vai se apresentar naquela mesma noite. Guiado por uma vontade de vê-la tocar e com isso, por um ponto final na história deles de uma vez por todas, ele compra um ingresso.

É então que uma noite de passeios por uma Nova York pouco movimentada, Adam e Mia embarcam em uma pequena aventura, com conversas e sorrisos forçados, eles acabam reacendendo a chama de um amor que nunca foi esquecido.

A narrativa expõe toda a dor de ser abandonado e processo de cura, que na maioria das vezes é lento e causa muitos efeitos colaterais. A esperança de um futuro melhor e como um amor nunca pode acabar. 

O livro é bem intenso e faz o leitor mergulhar no mundo de Adam. Os capítulos alternados deixam o leitor por dentro do que aconteceu nos últimos três anos e ao mesmo tempo mostra o que está acontecendo no presente. Com todos os pensamentos e palavras não ditas.

A história foi tão bem escrita que é quase palpável. Os personagens são bem reais e a trama se desenrola sem muitos floreios, o que faz o leitor embarcar em algo realista. A autora fez um trabalho incrível nesse livro. Indico a todos que se emocionaram com Se eu ficar.

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe