[Resenha] O hospital hostil, Desventuras em série #8 - Lemony Snicket

06:22

Nome: A cidade sinistra dos corvos
Autor (a): Lemony Snicket
Nº de páginas: 232
Série: Desventuras em série #8


Um período especialmente infeliz se anuncia nas vidas aflitivas de Violet, Klaus e Sunny Baudelaire. Durante uma tenebrosa e exaustiva caminhada noturna, eles param diante do Armazém Geral Última Chance e decidem entrar para pedir ajuda.Eles não podem recorrer aos pais (pois os perderam num incêndio), nem à polícia (que estava entre seus perseguidores noturnos), tampouco a conhecidos (pois os irmãos têm conhecidos demais, o que é quase o mesmo que não ter nenhum).Depois da morte dos pais no incêndio, Violet, Klaus e Sunny se vêem sob os cuidados de inúmeros tutores, alguns deles cruéis, como o ganancioso e traiçoeiro Conde Olaf, o vilão que é o verdadeiro responsável por eles estarem ali, totalmente sozinhos no meio da noite, em frente ao Armazém.Violet, Klaus e Sunny resolvem passar um telegrama para o sr. Poe, um banqueiro que fora encarregado de cuidar dos órfãos. O sr. Poe nunca se mostrou especialmente eficaz, mas pelo menos ele não era cruel, não tinha sido assassinado nem era o Conde Olaf, e essas parecem ser razões suficientes para contatá-lo.Além de se safar de terríveis enrascadas, os Baudelaire ainda terão de suportar a estada no sinistro Hospital Heimlich e provar que não são cruéis assassinos. Esse é apenas o começo de páginas e páginas de situações desesperadoras, que contêm detalhes opressivos como um desconfiado dono de armazém, uma cirurgia desnecessária, um sistema de intercomunicadores, uma anestesia e balões em forma de coração.


No oitavo volume da série de desventuras que é a vida dos órfãos Baudelaire, eles vão parar em um hospital tão peculiar quanto sua história. Depois de tudo o que aconteceu no último livro, os jovens Baudelaire decidem viver por conta própria. E é fugindo das autoridades que eles vão parar no Hospital Heimlich.

Chegando no hospital, Violet, Klaus e Sunny conseguem um emprego na área de Registros, e dormem ao relento na parte inacabada do hospital para não levantar suspeitas. Em seu novo trabalho, eles ouvem Hal, um senhor idoso, responsável pela papelada, algo sobre um documento chamado "Incêncio Snicket". Ao estudar o caderno de Lugar-Comum dos Quagmire, eles encontram uma passagem sobre um "Dossiê Snicket" e deduzem se tratar do mesmo documento citado por Hal.

Após enganarem Hal e conseguirem a chave da sala de registros, os Baudelaire encontram a pasta e dentro dela, a última página do Dossiê e uma fotografia. Além de seus pais, eles reconhecem também outras pessoas. E na última página, descobrem algo que faz uma centelha de esperança surgir dentro deles.

E,claro, não posso deixar de citar o Conde Olaf, que dessa vez surge como Diretor de Recursos Humanos do hospital e age apenas por um alto falante. E com a ajuda de Esmé e sua trupe, quase conseguem pegar e acabar com os Baudelaire.

Nesse livro, mas pontas soltas começam a se amarrar, e mais pontas se soltam. O autor nos dá pistas sobre o que vai acontecer a seguir, mas logo depois cria mais dúvidas na mente do leitor. A narrativa única de Snicket torna a leitura rápida e divertida. Essa série é perfeita para quem quer ler algo mais leve.

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe