[Resenha] O penúltimo perigo, Desventuras em série #12 - Lemony Snicket

11:33

Nome: O penúltimo perigo
Autor (a): Lemony Snicket
Nº de páginas: 320
Série: Desventuras em série #12

Quem, em prantos, seguiu as Desventuras em Série publicadas pela Companhia das Letras, vai chorar ainda mais com o 12o. e último livro antes do último livro da terrível coleção de Lemony Snicket. Nele, os órfãos Baudelaire enfrentam o odioso Conde Olaf no Hotel Desenlace, onde os horrores se sucedem: uma vilã vestida de alface, gente furtiva perambulando no porão, um relógio sinistro, um açucareiro perdido, uma lavanderia com Cerramento Supravernacular Complexo, um tribunal vendado, pessoas nobres e pérfidas no mesmo barco e um final terrivelmente surpreendente.Porém, o que contém o açucareiro, e o que é C.S.C.? Só saberemos, talvez, num igualmente misterioso 13o. volume.







Como o nome do livro diz, chegamos ao penúltimo exemplar da série. Todas as desventuras dos órfãos Baudelaire estão chegando ao fim. Mas, isso não significa que as coisas estão melhorando, ou que os perigos não são tão fatais quanto nos outros onze livros. Dessa vez, Violet, Klaus e Sunny se encontram em algo muito mais perigoso que qualquer vilão que tenham enfrentado até agora. Pois, nessa desventura, todas as pessoas que cruzaram o caminho dos desafortunados jovens desde a morte de seus pais, estão no mesmo local.

Continuando a partir de onde a história parou no último livro, os Baudelaire estão no táxi com Kit Snicket. Ao chegarem em seu destino, um hotel peculiar como as desventuras deles, Kit os encaminha para um breve piquenique as margens do lago que fica em frente ao hotel. Então, ela dá uma missão aos irmãos, vestidos de Concierges (uma espécie de mensageiros do hotel) eles terão que espionar os hospedes, pois uma importante reunião de C.S.C. se aproxima e nem todos são confiáveis.

Kit, então, diz que eles terão que encontrar Frank, um dos voluntários de C.S.C. porém, Frank tem um irmão gêmeo idêntico, Ernest, que está do lado dos vilões da cisão. De acordo com Kit, mesmo sendo idênticos, os Baudelaire saberão quem é o bonzinho e quem é o vilão entre eles.

Enquanto estão desempenhando suas tarefas de Concierges, os irmãos, individualmente, se deparam com o gerente. Mas nenhum deles sabe dizer se estavam diante de Frank ou Ernest. A única coisa que conseguem descobrir de útil é: o açucareiro está a caminho do hotel!

Para os curiosos de plantão, esse é o livro em que várias peças do quebra-cabeça se encaixam. E,sem dúvida, é o livro que contém mais ação de toda a série. A todo instante algo é revelado ou algo importante se desenrola na frente de um dos órfãos. Recebemos mais informações sobre C.S.C. e agora os Baudelaire também se tornam voluntários (Ou seja, começam a trabalhar para C.S.C. que no momento, tem como missão principal, prender o Conde Olaf e levar todos os vilões a justiça).

Esse também é um livro um tanto nostálgico. Já que vemos personagens que apareceram nos primeiros exemplares. Tanto os vilões, quanto os mocinhos. Então, sente em uma cadeira confortável, pegue este exemplar e se aventure nos inúmeros andares e segredos do Hotel Desenlace. Pois, afinal de contas, as desventuras dos Baudelaire está chegando ao fim.

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe