[Resenha] Cidade dos ossos, os instrumentos mortais #1 - Cassandra Clare

04:00

Nome: Cidade dos ossos
Título original: City of bones
Autor (a): Cassandra Clare
Ano: 2011
Nº de páginas: 462
Avaliação: 

Um mundo oculto está prestes a ser revelado... Quando a jovem Clary decide ir para Nova York se divertir numa discoteca, ela nuca poderia imaginar que testemunharia um assassinato - muito menos um assassinato cometido por três adolescentes cobertos por tatuagens enigmáticas e brandindo armas bizarras. Clary sabe que deve chamar a polícia, mas é difícil explicar um assassinato quando o corpo desaparece no ar e os assassinos são invisíveis para todos, menos para ela. Tão surpresa quanto assustada, Clary aceita ouvir o que os jovens têm a dizer... Uma tribo de guerreiros secreta dedicada a libertar a terra de demônios, os Caçadores das Sombras têm uma missão em nosso mundo, e Clary pode já estar mais envolvida na história do que gostaria.

















  Em uma sacada genial, Cassandra Clare criou um mundo novo e completamente fascinante. Vampiros, lobisomens, anjos, demônios, caçadores de sombras. Todo o universo que envolve a série Instrumentos Mortais é atraente e envolvente. E o Jace é simplesmente incrível!!


  A história gira em torno de Clarissa Fray, uma adolescente aparentemente normal, que tem seu mundo virado de cabeça para baixo ao presenciar um assassinato misterioso em uma boate. Sem querer, Clary acaba se tornando parte de um mundo que, 24 horas atrás, ela achava simplesmente impossível que existisse. Um mundo em que demônios existem e são caçados por caçadores de sombras. Um mundo novo e misterioso que faz mais parte da vida de Clary do que ela imagina.

  Jace Wayland, um caçador de sombras que leva seu trabalho muito a sério e de cara mexe com Clary - no início de um jeito não muito agradável, mas com o passar do tempo o sentimento vai mudando... Simon, é o melhor amigo, o cara que ela conhece desde pequena, que sempre esteve ao seu lado... Enfim, um triângulo amoroso se forma e ao longo da história, as coisas ficam... interessantes.

  A narração flui de maneira natural e envolve o leitor aos poucos e quando menos se espera, ele se sente no lugar da Clary e vive por seu intermédio todas as aventuras dela. (Estou louca para ler a continuação)

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe