[Resenha] O filho de Sobek - Rick Riordan

10:05

Nome: O filho de Sobek
Autor (a): Rick Riordan
Nº de páginas: 32

Série: Percy Jackson e os Olimpianos e As Crônicas dos Kane #Extra

Percy Jackson encontra Carter Kane em mais uma eletrizante aventura do autor best-seller Rick Riordan. Ao investigar os ataques de um crocodilo imenso contra pégasos em Long Island, o grande herói do Olimpo conhece o líder da casa do Brooklyn, que também está no rastro da fera. Os dois se juntam para combater o terrível filho de Sobek, mas as dúvidas são muitas: por que há um monstro egípcio atacando mitos gregos? Será que a união de forças dos dois heróis será suficiente para derrotar a fera? E a mais importante: quem estaria por trás desse terrível evento?














O filho de Sobek é a realização de um sonho. Quem é fã do autor Rick Riordan sabe que ele tem o dom de mexer com o leitor de uma forma particularmente peculiar. Ele lhe apresenta uma história incrível, personagens engraçados e irônicos e nas primeiras páginas já te conquista. Com esse livro não foi diferente. Riordan conseguiu me conquistar em apenas 32 páginas da mesma forma que me conquistou em O ladrão de raios com suas 387 páginas.
— Eu desisto. Filho de Ares? Você tem que ser um meio-sangue, mas o que aconteceu com sua espada? Está toda dobrada.
— É uma khopesh — meu choque estava rapidamente se transformando em raiva. — É para ser curva.

O livro conta uma aventura vivida com Carter Kane e Percy Jackson. Eles se conhecem quando tem que lutar contra o filho de Sobek, um crocodilo gigante que vem aterrorizando Long Island. Apesar dos problemas iniciais, que surgem (obviamente) quando Percy pensa que Carter é um semideus e Carter que Percy é um mago, que os levam a uma pequena briga, eles resolvem deixar suas diferenças de lado e se unem para derrotar o monstro.

Como era de se esperar esse encontro foi recheado de ironias e implicâncias. Percy se irrita com Carter, e até o compara a Annabeth quando ele explica o que é um filho de Sobek. Carter por sua vez, acha Percy irritante, mas admiti que o garoto de olhos verdes e camisa laranja é talentoso. 

Por possuir poucas páginas a leitura é bem rápida (levei menos de meia hora), mas mesmo assim o livro consegue envolver o leitor de uma forma única e empolgante. Adoraria ler sobre outra aventura desses dois (o final desse livro da a entender que isso pode acontecer). Mas eu também fiquei curiosa sobre como seria se Sadie e Annabeth se encontrassem....

— O que você é? — eu perguntei — Meio mágico de combate, meio elementar da água? Com que Nomo você está?
O garoto riu amargamente.
— Cara, eu não sei sobre o que você está falando. Eu não saio com gnomos. Sátiros às vezes. E ciclopes, mas não com gnomos.

-Então, este monstro, pé-de-suco ou qualquer coisa assim...
-Petsuchos - corrigi. - É uma palavra grega, mas o monstro é egípcio. Era como a mascote do templo de Sobek, venerado como um deus.
Percy grunhiu.
-Você fala como a Annabeth.

Enfim, o livro é perfeito. Sei que por eu ser fã do Tio Rick, sou suspeita para falar mas é verdade. O livro é incrível. Vou ler de novo! 

Mas um conselho para quem quiser ler: Se você ainda não leu PJO nem ACDK, seria melhor se você lesse pelo menos alguns livros antes. Não possui spoiler, mas se você não ler vai ficar perdido em relação ao nome dos personagens que são citados.

Avaliação: 

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe