[Resenha] A espada do verão, Magnus Chase e os deuses de Asgard #1 - Rick Riordan

00:30

Nome: A espada do verão
Autor (a): Rick Riordan
Nº de páginas: 448

Trilogia: Magnus Chase e os deuses de Asgard #1

A vida de Magnus Chase nunca foi fácil. Desde a morte da mãe em um acidente misterioso, ele tem vivido nas ruas de Boston, usando de muito jogo de cintura para sobreviver e ficar fora das vistas de policiais e assistentes sociais. Até que um dia ele reencontra tio Randolph - um homem que ele mal conhece e de quem a mãe o mandara manter distância. Randolph é perigoso, mas revela um segredo improvável: Magnus é filho de um deus nórdico. As lendas vikings são reais. Os deuses de Asgard estão se preparando para a guerra. Trolls, gigantes e outros monstros horripilantes estão se unindo para o Ragnarök, o Juízo Final. Para impedir o fim do mundo Magnus deve empreender uma importante jornada até encontrar uma poderosa arma perdida há mais de mil anos. Quando um ataque de gigantes do fogo o força a escolher entre a própria segurança e a vida de centenas de inocentes, Magnus toma uma decisão fatal. Às vezes é necessário morrer para começar uma nova vida... Com personagens já conhecidos do público, como Annabeth Chase, prima de Magnus, e deuses como Thor e Loki, Rick nos apresenta mais uma aventura surpreendente, repleta de ação e humor. 



Dois anos atrás a vida de Magnus era como a de um garoto normal. Mas, tudo mudou quando seu apartamento explodiu de maneira  misteriosa e sua mãe faleceu. Desde então, Magnus mora na rua. Vivendo do que as pessoas jogam fora e da caridade de alguns comerciantes.

Magnus só não pede ajuda ao seu tio, porque prometeu a mãe se manter afastado dele. Ninguém faz amigos morando nas ruas, pois é tudo uma questão de sobrevivência, mas Magnus tem um carinho especial por Blitz e Hearth. Onde quer que o garoto vá, um dos dois está ao seu lado. E por causa disso, muitos se referem a Blitz e Hearth como pai e mãe de Magnus.

Foram esses dois, com os recursos escassos que tinham em mãos, que tentaram ajudar Magnus quando ele descobriu quem seu pai realmente era, lutou com um ser que ele nem sabia que existia e morreu.

Na verdade, "morreu" depende do ponto de vista. Pois, Magnus acorda em Valhala. Uma espécie de hotel que hospeda os heróis que morreram em batalha, que são escolhidos pelas Valquírias - Semideusas escolhidas a dedo pelo próprio Odin, para selecionar apenas os dignos de compor o exercito que lutará ao seu lado no Ragnarök, o dia do Juízo Final.

Em Valhala, a única tarefa de Magnus é morrer em batalha todos os dias no campo de treinamento. Ficar em seu quarto, milimetricamente organizado para satisfazer todos os seus desejos, comer um banquete e... como estamos falando de Tio Rick, algumas complicações o levam a uma aventura inimaginável.

Para impedir que um gigante destrua os nove mundos, Magnus precisa da Espada do Verão, um artefato que pertenceu a seu pai há muito tempo, e que estava perdida até o garoto encontrá-la durante a luta na ponte. Mas o único problema, é que Magnus perdeu a espada pouco depois de recuperá-la e agora precisa encontrá-la novamente para poder concluir sua missão.

Como era de se esperar, o livro é cheio de momentos cômicos e batalhas com seres mitológicos. Tio Rick conseguiu manter a essência que encontramos em seus livros anteriores. Com diálogos engraçados e aqueles momentos que tiram o folego do leitor. A narrativa flui de maneira rápida e direta. Indico a todos que estão procurando uma aventura!

You Might Also Like

0 comentários

Subscribe