[Resenha] Como Eu Era Antes de Você - Jojo Moyes

07:25

Nome: Como eu era antes de você
Autor (a): JoJo Moyes
Nº de páginas: 320
Série: Como eu era antes de você #1

Aos 26 anos, Louisa Clark não tem muitas ambições. Ela mora com os pais, a irmã mãe solteira, o sobrinho pequeno e um avô que precisa de cuidados constantes desde que sofreu um derrame. Sua vidinha ainda inclui o trabalho como garçonete num café de sua pequena cidade - um emprego que não paga muito, mas ajuda com as despesas - e o namoro com Patrick, um triatleta que não parece muito interessado nela. Não que ela se importe.Quando o café fecha as portas, Lou é obrigada a procurar outro emprego. Sem muitas qualificações, consegue trabalho como cuidadora de um tetraplégico. Will Traynor tem 35 anos, é inteligente, rico e mal-humorado. Preso a uma cadeira de rodas depois de ter sido atropelado por uma moto, o antes ativo e esportivo Will agora desconta toda a sua amargura em quem estiver por perto. Sua vida parece sem sentido e dolorosa demais para ser levada adiante. Obstinado, ele planeja com cuidado uma forma de acabar com esse sofrimento. Só não esperava que Lou aparecesse e se empenhasse tanto para convencê-lo do contrário.Uma comovente história sobre amor e família, Como eu era antes de você mostra, acima de tudo, a coragem e o esforço necessários para retomar a vida quando tudo parece acabado.


Eu não estava psicologicamente preparada para esse livro. Sério mesmo. A última vez que chorei tanto e me apeguei tanto a um casal foi quando li A culpa é das estrelas, e quem me conhece sabe que essa comparação significa alguma coisa. Muita coisa. Esse foi o primeiro livro da JoJo que eu li e estou apaixonada pela forma como ela escreve. Quem diria que por trás dessa capa simples teria uma história tão incrível e emocionante?

Sabe aquele tipo de livro raro que te destrói emocionalmente e depois junta seus pedaços e te reconstrói de uma forma nova? Esse é um desses livros. Quando terminei de ler eu não era mais a mesma pessoa. A JoJo Moyes não explora apenas assuntos como perda, medo do desconhecido e morte, ela também aborda a esperança, o amor e as novas oportunidades de uma maneira única.

Will era um homem cheio de vida e aventureiro. Sempre que podia estava viajando e vivendo sua vida no limite. Mas tudo muda quando ele sofre um acidente e fica tetraplégico. Após dois anos, Louisa, depois de ser demitida, consegue um emprego como cuidadora de Will. Louisa não tinha nenhuma experiência nessa função, mas de acordo com a mãe de Will, não era um trabalho complexo e, a parte mais difícil, digamos assim, seria feita por um enfermeiro. Durante dos seis meses de seu contrato, tanto a vida de Louisa quanto a de Will muda completamente. 

A forma delicada e sensível que JoJo escreve presenteou os leitores com uma história encantadora e bem real. Ela nos mostra as dificuldades enfrentadas por quem tem algum tipo de deficiência e nos faz refletir bastante sobre o que é certo e errado.

A autora nos mostra em diversos momentos do livro como a vida de alguém que sofre de algum tipo de deficiência tentar viver uma vida normal. Problemas de acessibilidade são os mais comuns, e não vamos esquecer que sempre existe "os olhares", coisa que também é citado no livro.

Assim como existem pessoas que se agarram com unhas e dentes a suas vidas e decidem superar o que aconteceu e seguir com sua vida, existem pessoas que não aceitam ou não conseguem se adaptar as suas novas condições. Will se encaixa no segundo tipo. O leitor acompanha seu sofrimento e sua dor é quase palpável. Fiquei surpresa com o quanto essa história mexeu comigo.

Uma coisa eu digo a vocês, leitores, esse livro vai mudar a sua vida. E não estou falando de parar e refletir um pouco. A história de Will e Louisa vai mudar a sua vida radicalmente. Vai te fazer repensar muita coisa e te apresentar uma nova visão do mundo e de como viver a sua vida.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Eu amo esse livro, é lindo.
    Até hoje não consegui ver o filme por falta de ânimo pra me debulhar em lágrimas. Ando querendo ler a continuação, mas acho que vou sentir muita falta do Will na história, será que isso é um problema?
    Adorei a resenha. Beijos!
    Eating Peanuts

    ResponderExcluir

Subscribe